terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

A Parábola Da Rosa…

A parábola da rosa
Um certo homem plantou uma rosa e passou a regá-la constantemente e, antes que ela desabrochasse, ele a examinou. Ele viu o botão que em breve desabrocharia, mas notou espinhos sobre o talo e pensou: “Como pode uma bela flor vir de uma planta rodeada de espinhos tão afiados?”

Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa, e, antes que estivesse pronta para desabrochar, ela morreu.

Assim é com muitas pessoas. Dentro de cada alma há uma rosa: as qualidades dadas por Deus e plantadas em nós crescendo em meio aos espinhos de nossas faltas. Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas os espinhos, os defeitos.

Nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir de nosso interior. Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e, consequentemente, isso morre.

Nós nunca percebemos o nosso potencial. Algumas pessoas não veem a rosa dentro delas mesmas; Alguém mais deve mostrá-la a elas.

Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar é ser capaz de passar pelos espinhos e encontrar a rosa dentro de outras pessoas. Esta é a característica do amor — olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas.

Aceitar aquela pessoa em sua vida, enquanto reconhece a beleza em sua alma e ajuda-a a perceber que ela pode superar suas aparentes imperfeições.

Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa, Elas superarão seus próprios espinhos. Só assim elas poderão desabrochar muitas e muitas vezes.
A.D

domingo, 10 de fevereiro de 2013


ALMAS PREDESTINADAS

Duas almas são predestinadas quando tem uma missão a cumprir juntas,e assim, por ter sido um encontro marcado lá do outro lado, onde pactuaram voltar, para se encontrarem e realizar determinada missão, sendo assim, quando as almas se encontram, tudo pode acontecer, podendo haver a explosão do amor não vivido em outras vidas.

Este amor chega sem ter dia marcado ou momento marcado para acontecer.

Simplesmente chega, e se instala, criando uma verdadeira orgia de sentimentos alegres, que modificam todos os propósitos e conceitos até então firmados.
O encontro de duas almas tem como foco principal, não a aparência física, mas a afinidade entre elas existente, e o que o Destino a elas destinou, como o porque e o quando tudo deve acontecer.

Existem momentos de tristeza, causada por uma dúvida que machuca, que gostaria de saber o porque de não se terem encontrado antes, ainda mais quando o momento desse encontro acontece quando não é mais possível extravasar toda a plenitude do amor que trazem,quando não é mais possível viver a alegria de amar e querer compartilhar a vida com o outro.
Enfim, como essas almas se sentem sem a possibilidade de realizar este amor em total plenitude, o que causa um inexplicável sentimento de saudade de algo que não foi vivido.

Uma saudade doída de algo vivido em outras vidas, saudade daquilo que poderia ter sido,mas que por alguma razão não o foi.

Reconhecem porém que não haverá retorno para suas pretensões, e mesmo estando distantes, entendem a alegria, a tristeza, o querer um do outro.

Estas almas falam além das palavras, e aliás, delas não precisam, pois se comunicam, se encontram, se amam pelo éter, pelo espaço sideral.
São encontros etéricos. Se o reencontro ocorrer no tempo certo, estas almas afins se entrelaçam
e buscam a forma de juntas ficarem, num processo contínuo de reaproximação até a consumação do resgate daquilo que vieram cumprir.

Se diferente for, se o reencontro ocorre num espaço tempo diferente do que suas realidades possam permitir, ainda assim estas almas ficam marcadas, e nunca conseguirão se separar,
mesmo que os corpos se separem, elas continuarão a se sentir, pois almas que assim se encontram não mais se sentirão sozinhas, pois reconhecerão a necessidade que têm uma da outra para toda a eternidade.

São almas que atravessam os tempos, as muitas passagens, buscando o resgate final de seu amor, até que em determinada passagem conseguem cumprir o resgate, tendo então seu descanso final, quando conseguem ter...

Muita Paz e Luz!

domingo, 3 de fevereiro de 2013

ORIENTAÇÃO

“E procureis viver quietos e tratar dos vossos próprios negócios e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vo-lo temos mandado.” Paulo (I Tessalonicenses, 4:11.)
A cada passo, encontramos irmãos ansiosos por orientação nova, nos círculos de aprendizado evangélico.
Valiosos serviços, programas excelentes de espiritualidade superior experimentam grave dilação esperando terminem as súplicas inoportunas e reiteradas daqueles que se descuidam dos compromissos assumidos. Assim nos pronunciamos, diante de quantos se propõem servir a Jesus sinceramente, porque, indiscutivelmente, as diretrizes cristãs permanecem traçadas, de há muito, esperando mãos operosas que as concretizem com firmeza.
Procure cada discípulo manter o quinhão de paz relativa que o Mestre lhe conferiu, cuide cada qual dos negócios que lhe dizem respeito e trabalhe com as mãos com que nasceu, na conquista de expressões superiores da vida, e construirá elevada residência espiritual para si mesmo.
Aquele que conserva a harmonia, ao preço do bem infatigável, atende aos desígnios do Senhor no círculo dos compromissos individuais e da família humana; o que cuida dos próprios negócios, sem ser pesado aos interesses alheios, e o que trabalha com as próprias mãos encontra o luminoso caminho da eternidade gloriosa.
Antes de buscares, pois, qualquer orientação, junto de amigos encarnados ou desencarnados, não te esqueça de verificar se já atendeste a isto.

Emmanuel  
  Vinha de Luz  – Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

domingo, 9 de dezembro de 2012

Linda história...

TAMANHO GG

É uma história verdadeira. 
Minha amiga trabalha em um brechó de um hospital, como voluntária.
Certo dia adentrou na loja uma certa "senhora
bastante obesa", ek de cara a minha amiga pensou que não tinha nada na loja na numeração dela. Se sentiu apreensiva e constrangida naquela situação, vendo a senhora percorrer as araras em busca de algo que minha amiga sabia que ela não encontraria.
Ficou angustiada, porque não queria que a senhora se sentisse mal pelo tamanho das peças de roupas, se sentindo excluída implícita.
Naquele momento minha amiga orou a Deus e pediu que lhe desse sabedoria para conduzir a situação evitando que a cliente se sentisse excluída ou humilhada na sua autoestima.
Foi quando o esperado aconteceu. A senhora se dirigiu à minha amiga e disse tristinha:

“É... não tem nada grande, não é?
E a minha amiga, sem até aquele momento saber o que diria, simplesmente abriu os braços de uma ponta a outra e lhe respondeu:
“Quem disse??? Claro que tem!! Olha só o tamanho desse abraço! - E a abraçou com muito carinho.
A senhora então se entregou àquele abraço acolhedor e deixou-se tomar pelas lágrimas exclamando: “Há quanto tempo que ninguém me dava um abraço.”
E chorando, tal qual uma criança a procura de um colo, lhe disse: “Não encontrei o que vim buscar, mas encontrei muito mais do que procurava".
E naquele momento, através dos braços calorosos de minha amiga, Deus afagou a alma daquela criatura, tão carente de amor e de carinho.
Quantas almas não se encontram também tão necessitadas de um simples abraço, de uma palavra de carinho, de um gesto de amor.
Será que dentro de nós, se procurarmos no nosso baú, lá nas prateleiras da nossa alma, no estoque do nosso coração, também não acharemos algo “grande” que sirva para alguém?
UM ABRAÇO " TAMANHO GG" PARA VOCÊ! 

terça-feira, 27 de novembro de 2012


A paixão é uma doença! - Por Filipe Altamir

Presto sempre o papel de alertar aos homens os perigos da famosa paixão, a mídia feminista e sentimental tenta expor através de novelas e produções audio-visuais, livros de ficção e romance, o sentimento de paixão como algo benéfico para ambos, aquele sentimento forte, profu
ndo e intenso onde um belo casal moderno desfruta do pleno sentimento de forma como se não houvesse o amanhã, vulgo a história de viadinhos, como a saga Crepúsculo, a saga mais feminista que eu já vi na história do cinema.

O sentimento de paixão é uma falsa projeção da mente que você tem a respeito de seu parceiro ou parceira, é um sentimento de conexão e dependência da figura projetada, da ilusão, onde faz com que você seja tomado por sentimento de possessão doentia, e aquele que mais for dominado por esse sentimento, será o domado e submisso no relacionamento, e eu não preciso nem dizer quem é a vítima, não é?

A paixão é um sentimento forte baseado em uma projeção ilusória, onde você rapidamente deixa a racionalidade em sua mínima existência, sendo tomado pelos sentimentos de desejo, carência, ciúmes e possessão, ou seja, o que você projeta da sua parceira não é real, é uma completa fantasia, basta o homem descobrir a verdadeira face da mulher através do tempo, que logo vem à tona a realidade, o fim da projeção, o que resulta num sofrimento interno e tortura psicológica sem tamanhos ao homem.

Eu sei que a mulher também se apaixona, porém o homem é dez mil vezes mais prejudicado pois sua mente é racional, atua no campo da simplicidade, objetividade e racionalidade, e quando o homem é tomado pela emoção, sua racionalidade chega quase sumir, e obviamente as espertinhas, que já são emocionais e não perdem nada com o sentimento, pois já têm prática e sabem manipular e controlar tudo, se aproveitam dessa fraqueza masculina para ter o homem na palma da sua mão, fazendo joguinhos mentais e dissimulações com atitudes ambíguas que deixam o homem na tortura psicológica e emocional.

Várias das técnicas e joguinhos consiste em agir com ambiguidade a respeito do que elas sentem por nós, não querem demonstrar objetivamente que estão interessadas, e se mostram e entram num relacionamento, fazem joguinhos de retração, somem do mapa sem dar notícia, para deixa a dúvida na cabeça do homem a respeito do que ela anda fazendo, fazendo-o pensar que está sendo traído, deixá-lo louco, aumentar seu desejo, deixá-lo na ânsia e na espera por ela.

Elas usam isso de várias maneiras e obviamente alguma vez já aconteceu com você:

- Sumir do mapa por dias, sem deixar notícia e sem avisar nada, retornando dias depois como se nada tivesse acontecido.

- Não retornar e não atender propositalmente suas ligações.

- Ficar fechada e calada sem nenhuma razão, dando gelo em você.

- Furar e atrasar encontros propositalmente, para te deixar na ânsia e na espera por ela.

- Demonstrar interesse, e quando você se entregar, ela se retrai te rejeitando, mas logo depois demonstra interesse de novo, ativando seu desejo e depois frustrando ele, para manter você nos pés dela.

A melhor maneira de você evitar e desarmar suas artimanhas e joguinhos manipulativos é você prever que ela tomará tais atitudes e já se antecipar para quebrar o jogo ou desmascará-la logo em seguida. E essas são as melhores formas, sempre lembrando que é preciso você não estar apaixonado para usar essas técnicas ou pelo menos ter controle caso esteja, pois essas técnicas exigem disposição para acabar o relacionamento. Nunca, mas em hipótese alguma, invente de blefar, sempre cumpra com o que você falar:

- Se ela sumir do mapa por dias, ou se você prever que ela pretende fazer isso, apenas dê um ultimato, fale para ela que se ela ficar sem te ligar ou dar notícias por mais de 3 dias, resultará no fim do relacionamento ou você terá permissão de fazer o mesmo com ela.

- Fale para ela que se ela não retornar ou não te ligar em 2 dias, também será o fim do relacionamento. Não tenha medo de perdê-la, caso ela faça o joguinho mesmo assim, significa que ela não te merece e não estava levando o relacionamento à sério.

- Caso ela fique retraída, calada e fechada, essa técnica é uma forma de te deixar na dúvida e na tortura mental para ficar nos pés dela. Caso ela faça isso desmascare ou faça o mesmo que ela fez, só que por mais tempo ainda.

- No que se refere a atraso de encontros a mulher muitas vezes se atrasa propositalmente para deixar o homem na ânsia e testar se ele está mesmo aos pés dela, por isso logo fale que se ela atrasar mais de X horas ou minutos você irá embora, ou então quebre o feitiço dela falando "Ei, fique à vontade se quiser para se atrasar, até mais de 1h, pois eu tô resolvendo uns negócios aqui". Como essa tática consiste em te deixar na ânsia por esperar, você revelando que não se importará acabará de vez com o propósito dessa artimanha feminina, deixando-a desarmada.

Como eu falei, o sofrimento interno do homem apaixonado e romântico não só é baseado numa ilusão que beira à absurdidade, como também é a causa de tanta violência doméstica, depressão e suicídio. As decepções sempre vêem à tona e isso é inevitável, e quando se está apaixonado, o preço que o homem paga é sempre o sofrimento interno emocional intenso e psicológico, que chega a deixá-lo na loucura.

Não que a violência doméstica seja culpa da mulher, mas é óbvio em que a maioria dos casos são as mulheres com suas manipulações e atitudes ambíguas provocam com intenções maquiavélicas, a mover-se e e agredí-la. O homem que faz isso perde a razão, e muitas vezes perde a liberdade e até a vida, mas o meu ponto ai é que isso só acontece devido ao sentimento de paixão e amor romântico, e como os homens são débeis emocionalmente, e quando frustrados, acabam cometendo atitudes irracionais e grotescas, acabando com sua própria vida. Por isso é muito mais comum você ver um homem depressão e decepção do que a mulher, a taxa de suicídio segundo pesquisas é muito mais comum com o homem, e pode ter certeza que boa parte dessa taxa é suicídio por alguma decepção amorosa e sofrimento interno no qual o homem não conseguiu se controlar, coisa que se ele fosse independente e desprendido emocionalmente, não estaria nessa situação.

Os sintomas da paixão consiste em: você pensar muito na mulher; desejo quase que incontrolável de vê-la, tocá-la e abraçá-la; projeções de lugares ou situações onde está você e sua parceira no qual você está apaixonado; começar a confundir outras mulheres na rua com a sua parceira e muito mais.

O que eu pergunto é. Quantas vezes suas paixões terminaram em decepção e sofrimento interno? Todas, não é verdade? Um relacionamento consiste em parceria básica de exclusividade que exige fidelidade e sinceridade de ambas as partes, mas a partir do momento em que acontece a paixão, some-se o amor consciente e saudável para dar lugar à paixão egoísta e amor sentimental doentio, e o relacionamento logo é tomado por joguinhos, discussões, ciúmes, possessão, agressões verbais e até física. Como eu já cansei de falar, o amor saudável é o amor racional e consciente, onde você consegue sobrepor a racionalidade ao sentimento, é matar seu ego, crescer mentalmente e individualmente, seu parceiro ou parceira não é seu mundo, seu mundo é você, ninguém te completa, você é completo por si só, namoro ou casamento é apenas uma parceria, lembre-se disso, ninguém nasceu para ser dependente de ninguém.

Para encerrar, irei deixar dois padrões de PNL para você se desapaixonar e desprender-se emocionalmente e salvar a sua pele e do seu relacionamento:

- Toda vez que lembrar da sua paixonite, imagine a foto dela num lugar escuro, como se fosse um retrato, logo em seguida imagine esse retrato quebrando-se e despedaçando-se onde você pode ver detalhadamente os cacos de vidro com pedaços da imagem dela caindo.

- Outra técnica é você imaginar sua parceira, depois imagine-a toda em preto e branco, logo em seguida ela se distancia de você cada vez mais, você vira às costas e em sua frente terá uma porta, você seguirá até essa porta, e ao abrir, dará de cara com outro mundo, dessa vez colorido.

Essas técnicas irão cortar as associações emocionais que seu cérebro estabeleceu em relação a imagem da sua parceira, isso é para ser praticado sempre, toda vez que você lembrar-se dela. 

Agora vou encerrando mais um artigo meu, quero deixar claro que o que me motiva a fazer tudo isso não é só os ataques feministas à página de humor que eu administro (Stifler Comedor), como também a vários amigos meus que sofrem ou já sofreram por se apaixonarem e caírem nas manipulações e joguinhos mentais das mulheres, conheço até um que chegou a tentar tirar a própria vida por isso. O que eu falo aqui não se aplica, em hipótese nenhuma, à mulher sincera, então se você mulher se sentiu ofendida e veio reclamar nos comentários, significa que a carapuça serviu.

Filipe Altamir - Trecho retirado do e-book "A Real".

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

PACIÊNCIA E VIDA

Tudo é obra de paciência, nos domínios da Natureza.
A água de que te serves atravessou numerosos obstáculos até que borbulhasse na fonte.
O fruto que saboreias é obra-prima da vida, associada à abnegação do pomicultor que lhe seguiu, dia-a-dia, o desenvolvimento e a maturação.
Quanto tempo haverá despendido a Criação na estrutura do solo em que se te situa a existência?
Q
uantos dias foram gastos pela Natureza,a fim de que usufruas o corpo em que habitas?

Em toda parte, se analisas a vida que te cerca, através da luz que a meditação nos acende no íntimo, surpreenderás a paciência agindo e servindo.
Pensa nisso e usa a serenidade construtiva seja onde for.
Se dificuldades te visitam a estrada, procura superá-las sem precipitação.
Se provações te vergastam, continua nas tarefas que o mundo te confiou,
lembrando-te de que a paciência age construindo sempre.
Quando as crises da jornada humana te surjam inevitáveis, não recorras à violência ou à rebeldia.
Acalma-te, trabalha e espera, recordando que a paciência no engrandecimento da vida é a força essencial no trabalho de Deus.
Emmanuel (Livro: Neste Instante - Psicografia Chico Xavier)

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

"O Magnetismo do Banho ... O poder da água."

O contato da água no corpo provoca um estímulo magnético que percorre todo o organismo, deixando-o calmo, e preparando-o para o sono reparador ou para as lutas de cada dia. O banho diário, quando encontra na mente apoio, torna-se um passe. 
Além das virtudes curativas da água, enxertar-se-ão fluidos magnéticos, de acordo com a irradiação da alma.
A disci
plina dos pensamentos é uma fonte de bem-estar na hora da higiene do instrumento carnal.
No instante do banho é preciso que se entenda a necessidade da alegria, que nosso pensamento sustente o amor, até um sentimento de gratidão à água que nos serve de higiene.
Visualize, além da água que cai em profusão, como fluidos espirituais banhando todo o seu ser.
O impulso dessa energia destampa em nosso íntimo a lembrança da fé, da esperança, da solidariedade, do contentamento e do trabalho.
Por este motivo, banho e passe, conjugados, são uma magia divina ao alcance de nossas mãos.
O chuveiro seria como um médium da água e esta o fluido que vivifica o corpo.
Poder-se-á vincular o banho ao passe, e ele poderá ser uma transfusão de energias eletromagnéticas, dependendo do modo pelo qual nós pensamos enquanto nos banhamos.
Uma mente ordenada na alta disciplina e pela concentração, em segundos, selecionará, em seu derredor, grande quantidade de magnetismo espiritual e os adicionará, pela vontade, na água que lhe serve de veículo de limpeza física, passando a ser útil na higiene psíquica.
Observem que, ao tomar banho, sentimo-nos comovidos, a ponto de nos tornarmos cantores!
E a alegria advinda da esperança nos chega da água, que é portadora dos fluidos espirituais, que lhes são ajustados por bênção do amor.
O lar é o nosso ninho acolhedor, e nele existem espíritos de grande elevação, cuja dedicação e carinho com a família nos mostrará como Deus é bom.
Essa assistência atinge, igualmente, as coisas materiais, desde a harmonização até o preparo das águas que nos servem.
Quantas doenças surgem e desaparecem sem que a própria família se conscientize disso? É a misericórdia do Senhor pelos emissários de Jesus, operando na dimensão oculta para os homens, e encarregados de assistir ao lar.
Eles colocam fluidos apropriados nas águas para o banho, e nas que bebemos. E, quando eles encontram disposições mentais favoráveis, alegram-se pela grande eficiência do trabalho.
Na hora das refeições, é sagrado e conveniente que as conversas sejam agradáveis e positivas.
No momento do banho, é preciso que ajudemos, com pensamentos nobres e orações, para que tenhamos mãos mais eficientes operando em nosso favor.
Se quisermos quantidade maior de oxigênio nitrogenado, basta pensarmos firmemente que estamos recebendo esses elementos, e a natureza nos dará isto, com abundância. É o "pedi e obtereis", do Cristo. E, com o tempo,estaremos mestres nessa operação que pode ser considerada uma alquimia.
A alegria tem também bases físicas.
Um corpo sadio nos proporcionará facilidades para expressar o amor.
Quando tomar o seu café pela manhã, tome convicto(a) de que está absorvendo, juntamente com os ingredientes materiais, a porção de fluidos curativos, de modo a desembaraçar todo o miasma pesado que impede o fluxo da força vital em seu corpo.
E sairá da mesa disposto(a) para o trabalho, como também para a vida.
Despeça-se de sua família com carinho e atenção, e deixe que vejam o brilho otimista nos seus olhos, de maneira a alegrar a todos que o amam; assim, eles lhe transmitirão as emoções que você mesmo despertou neles e isso lhe fará muito bem.
Lembre-se de que um copo de água que tome, onde quer que seja, pode ser tomado e sentido como um banho e passe internos.
Não se esqueça de bebê-lo com alegria e amor, lembrando com gratidão de Quem lhe deu essa água tão necessária, pois se ela vem rica de dons espirituais, aumentará a sua conexão com o divino poder interno.
É muito bom estar consciente a cada coisa que nos acontece e estar agradecido, se sentindo abençoado(a) e cheio(a) de amor.
A consciência, a gratidão e o amor são dois caminhos paralelos, que a felicidade percorre com alegria.

Pelo espírito de André Luiz