segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Não tente adivinhar o que as pessoas pensam a seu respeito.

Faça a sua parte, se doe sem medo.
O que importa mesmo é o que você é.
Mesmo que outras pessoas não se importem.
Atitudes simples podem melhorar sua vida.
Não julgue para não ser julgado...
Um covarde é incapaz de demonstrar amor
- isso é privilégio dos corajosos.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Eu agradeço a Deus... Pelos impostos que eu pago, porque isso significa que tenho um emprego ... Pela confusão que eu tenho que limpar após uma festa, porque isso significa que estive rodeado de amigos... Pelas roupas que estão um pouco apertadas, porque isso significa que tenho alimentos para comer ... Pela minha sombra que me segue, porque isso significa que ando ao sol... Pelas paredes de casa, que precisam ser pintadas, pela lâmpada que precisa ser trocada, porque isso significa que tenho minha moradia ... Por todas as críticas que faço às coisas que não me satisfazem, porque isso significa que tenho liberdade de expressão... Pelo único lugar para estacionar que encontro, bem ao fundo do estacionamento, porque isso significa que, além de ter a felicidade de poder andar, tenho a sorte de ter um meio de transporte ... Por aquela senhora que, desafinadamente, canta atrás de mim, porque isso significa que posso ouvir... Pelo cansaço e os músculos doloridos que eu sinto ao final do dia, porque isso significa que tenho saúde para trabalhar... Pelo despertador que toca às primeiras horas da manhã, porque isso quer dizer que estou VIVO ! E, finalmente... Pelos e-mails que recebo diariamente, o que significa que tenho amigos que pensam em mim, ainda que em poucos minutos, diante de uma tela... Por mais difícil que esteja sua situação, tente sorrir. Você verá que será mais fácil passar por mais essa prova... Então partilhe esta  mensagem... Se não resolver seu problema, ao menos irá iluminar o dia de alguém!

segunda-feira, 14 de novembro de 2011


Quem dobrou seu pára-quedas?

Charles Plumb, era piloto de um bombardeiro na guerra do Vietnã. 

Depois de muitas missões de combate, seu avião foi derrubado por um míssil. 
Plumb saltou de pára-quedas, foi capturado e passou seis anos numa prisão norte-vietnamita. 
Ao retornar aos Estados Unidos, passou a dar palestras relatando sua odisséia e o que aprendera na prisão. 
Certo dia, num restaurante, foi saudado por um homem: 
"Olá, você é Charles Plumb, era piloto no Vietnã e foi derrubado, não é mesmo?" 
"Sim, como sabe?", perguntou Plumb. 
"Era eu quem dobrava o seu pára-quedas. Parece que funcionou bem, não é verdade?" 
Plumb quase se afogou de surpresa e com muita gratidão respondeu: 
"Claro que funcionou, caso contrário eu não estaria aqui hoje." 
Ao ficar sozinho naquela noite, Plumb não conseguia dormir, pensando e perguntando-se: 
"Quantas vezes vi esse homem no porta-aviões e nunca lhe disse Bom Dia? 
Eu era um piloto arrogante e ele um simples marinheiro." 
Pensou também nas horas que o marinheiro passou humildemente no barco enrolando os fios de seda de vários pára-quedas, tendo em suas mãos a vida de alguém que não conhecia. 
Agora, Plumb inicia suas palestras perguntando à sua platéia: 
"Quem dobrou teu pára-quedas hoje?". 
Todos temos alguém cujo trabalho é importante para que possamos seguir adiante. 
Precisamos de muitos pára-quedas durante o dia: um físico, um emocional, um mental e até um espiritual. 
Às vezes, nos desafios que a vida nos apresenta diariamente, perdemos de vista o que é verdadeiramente importante e as pessoas que nos salvam no momento oportuno sem que lhes tenhamos pedido. 
Deixamos de saudar, de agradecer, de felicitar alguém, ou ainda simplesmente de dizer algo amável. 
Hoje, esta semana, este ano, cada dia, procura dar-te conta de quem prepara teu pára-quedas, e agradece-lhe. 
Ainda que não tenhas nada de importante a dizer, envia esta mensagem a quem fez isto alguma vez. 
E manda-a também aos que não o fizeram. 
As pessoas ao teu redor notarão esse gesto, e te retribuirão preparando teu pára-quedas com esse mesmo afeto. 
Todos precisamos uns dos outros, por isso, mostra-lhes tua gratidão. 
Às vezes as coisas mais importantes da vida dependem apenas de ações simples. 
Só um telefonema, um sorriso, um agradecimento, um Gosto de Você, um Te Amo. 
Obrigado por todos os favores que sem merecer recebi de ti e nunca te agradeci.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Faça Acontecer...

Quase não existe diferença visível entre o atleta vencedor e o que chega por último. Ambos possuem o mesmo número de músculos para trabalhar. Ambos jogam com as mesmas regras e usam equipamentos semelhantes. Porém, o vencedor é o que tem a determinação de vencer. O vencedor é aquele que faz o que é preciso, treina dia após dia, esforça-se um pouco mais a cada treino, é capaz de visualizar sua passagem pela linha final à frente do resto. Tanto o vendedor melhor pago quanto aquele que raramente realiza uma venda possuem os mesmos talentos e recursos. A diferença está no que eles fazem com o que têm. Tanto o escritor que mais vende quanto o que nunca publicou nada possuem o mesmo dicionário cheio de palavras para trabalhar. A diferença está no que eles fazem com o que têm. Você já possui a matéria-prima para o sucesso e a realização. Você possui o necessário para atingir a grandiosidade em tudo que você quiser. Você tem dentro de si o potencial para conquistas extraordinárias. Ninguém é mais nem menos equipado para o sucesso do que você. Mas é você quem deve fazê-lo acontecer, e é quem tem que assumir o compromisso e fazer o que for necessário para atingir a grandiosidade de que é capaz. Você tem o que é preciso. Faça acontecer. 

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

BORBOLETAS

Quando depositamos muita confiança ou expectativas em uma pessoa, o risco de se decepcionar é grande.

As pessoas não estão neste mundo para satisfazer as nossas expectativas, assim como não estamos aqui, para satisfazer as dela.

Temos que nos bastar,... nos bastar sempre e quando procuramos estar com alguém, temos que nos conscientizar de que estamos juntos porque gostamos, porque queremos e nos sentimos bem, nunca por precisar de alguém.

As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.

Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com a outra pessoa, você precisa em primeiro lugar, não precisar dela. Percebe também que aquela pessoa que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente, não é o homem ou a mulher de sua vida.

Você aprende a gostar de você, a cuidar de você, e principalmente a gostar de quem gosta de você. 

O segredo é não cuidar das borboletas e sim cuidar do jardim para que elas venham até você. 

No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!